Está aqui
Inicio > Loures > Aumento da fatura da Água não passa em Loures

Aumento da fatura da Água não passa em Loures

Na Assembleia Municipal de Loures de 28/Dez/2017, foi chumbado o aumento da fatura da água com os votos contra dos deputados municipais do PS, PSD e PPM no ponto 4 da ordem de trabalhos, relativo aos Documentos Provisionais dos SIMAR.


Os Documentos Provisionais dos SIMAR terão agora de ser alterados pela Câmara Municipal de Loures de modo a não considerarem o aumento conforme a deliberação da Assembleia Municipal.
A minoria vencida que votou a favor do aumento da fatura da água: CDU, CDS e PAN.
O BE absteve-se na votação.

O ponto 5 relativo ao Mapa de Pessoal dos SIMAR foi consequentemente retirado da ordem de trabalhos pelo Presidente Bernardino Soares.

Na Assembleia Municipal de Odivelas realizada no dia 27 de Dezembro os mesmos Documentos Provisionais dos SIMAR haviam sido aprovados por maioria com os votos a favor do PS – Odivelas e da CDU – Odivelas e a abstenção das restantes bancadas.

Vídeo da Assembleia Municipal de Loures – Ponto 4 Documentos Provisionais dos SIMAR

Informação do Presidente da Concelhia de Loures do PS – Ricardo Leão
O novo quadro político resultante das eleições autárquicas de dia 01 de outubro, obriga a um necessário diálogo entre as forças politicas.
O PS assumiu desde o início uma postura construtiva, não aceitamos pelouros, nem lugares nas empresas municipais, colocamos o interesse das pessoas em primeiro lugar, exigindo assim, com total independência, liberdade e autonomia que as nossas propostas fossem incluídas no Orçamento e Grandes Opções do Plano para 2018.
Assim:
Aquando da votação do Orçamento e Grandes Opções do Plano do Município de Loures, o PS absteve se em nome das sugestões e propostas que de forma responsável e coerente apresentamos à CDU e ao Sr. Presidente Bernardino Soares.
Algumas dessas propostas foram aceites, nomeadamente em prol de um reforço de competências e meios financeiros às Juntas de Freguesia do Concelho de Loures, contrariando um ciclo de 4 anos de cortes sucessivos às Freguesias, por decisão do Executivo Municipal da CDU, mas também com a inclusão de um conjunto de obras nas diferentes Freguesias, continuando a luta para a inclusão de outras que inexplicavelmente não foram aceites.

No que diz respeito ao Orçamento dos Simar para 2018 o PS na Assembleia Municipal, com a tal liberdade, autonomia e independência, por alguns colocada em causa, votamos contra, mas ao contrário de outros que votam contra as próprias propostas aceites, o PS votou contra pelas seguintes razões:

– o Orçamento contemplava um aumento no preço da água a pagar pelos munícipes, de mais 1.4 %, segundo recomendação da Ersar e tendo em conta a inflação;

– O PS entendeu, à semelhança de outros municípios do País, que esses 1.4 % de aumento devia ser suportado pelos Simar e não pelos munícipes;

– Foi promessa de todos os partidos políticos , aquando da campanha eleitoral, se bem me recordo, a redução da factura da água.No que toca ao PS, tudo estamos a fazer para que isso aconteça;

– A desculpa de que o investimento nas redes pode estar em causa, pergunto, esses 1 Milhão de euros, que representam o aumento de 1.4%, é que vai colocar em causa o investimento nas redes?
O investimento nas redes é de só 1 Milhão de euros?
Porque razão têm de ser mais uma vez os munícipes de Loures a pagar essa factura?
O preço da água em Loures , é ou não é dos mais caros da Área Metropolitana de Lisboa?
Os Simar não conseguem com uma melhor gestão interna, acabado com muitos dos ajustes diretos sem explicação, encontrar esses 1 Milhão de euros , sem onerar mais os munícipes?

E depois pergunto, esta solução de empresa intermunicipal com Odivelas , foi referido pela CDU , que seria a solução para todos os problemas, passados 4 anos desta solução, pergunto:
– A recolha do lixo, melhorou? não, piorou e muito.
– A lavagem dos contentores melhorou? não , piorou e muito.
– As rupturas de água, diminuíram? não, aumentaram.
– As perdas de água diminuíram? não , aumentaram.
– O Preço da água baixou? ainda não senti.

Ficamos a aguardar, que o Conselho de Administração dos Simar, cujo Presidente também é o Presidente Bernardino Soares, revejam o documento, no sentido de não serem os munícipes de Loures a pagar mais esta factura.
Obrigado

O Presidente da Concelhia de Loures do PS
Ricardo Leão

Top