Está aqui
Inicio > Lisboa > 16 Casos de Doença dos Legionários

16 Casos de Doença dos Legionários

Comunicado da Diretora-Geral da Saúde, Maria da Graça Gregório de Freitas:

Até às 17h00 de hoje, foram diagnosticados, desde o dia 31 de outubro de 2017, no Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental (CHLO) – Hospital de São Francisco Xavier, 15 casos de Doença dos Legionários, confirmados laboratorialmente, dos quais 9 diagnosticados no dia de ontem. Um outro caso com ligação epidemiológica ao Hospital de São Francisco Xavier foi diagnosticado numa unidade de saúde privada, onde se encontra internado.
Dos 16 doentes, 15 foram internados no CHLO, 1 já teve alta e 14 mantêm-se internados, dos quais 2 em Unidade de Cuidados Intensivos, todos clinicamente estáveis. Os doentes são, na sua maioria, idosos com fatores de risco associados.
Na sequência da investigação epidemiológica, de forma a avaliar a situação, recolheram-se amostras em vários pontos dos circuitos de água do Hospital de São Francisco Xavier. Estas amostras foram analisadas no Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge e revelaram a presença de Legionella. Pelo princípio da precaução foram tomadas as medidas adequadas para interromper a possível fonte de transmissão. A investigação epidemiológica mantém-se nas vertentes da vigilância da saúde humana e ambiental.
De forma a facilitar a implementação das medidas de controlo, o INEM irá redirecionar temporariamente para outras instituições hospitalares os doentes mais graves que se destinariam ao Serviço de Urgência do Hospital de São Francisco Xavier, que se irá manter aberto para os restantes doentes.
A Direção-Geral da Saúde sublinha que a doença se transmite através da inalação de aerossóis contaminados com a bactéria e não através da ingestão de água. A infeção, apesar de poder ser grave, tem tratamento efetivo.
As entidades envolvidas continuam a acompanhar a evolução da situação, cuja informação será atualizada quando necessário. As medidas de segurança adotadas prevêem-se suficientes para interrupção da transmissão e controlo do surto.
Para mais informações contacte SNS 24 – 808 24 24 24.
Graça Freitas
Diretora-Geral da Saúde

04/11/2017

Top